Sites Grátis no Comunidades.net

Rating: 3.8/5 (306 votos)



ONLINE
1






A noite que Jesus foi traído
A noite que Jesus foi traído

TEMA: A noite em que Jesus foi traído

TEXTO: 1º Coríntios – 11:23 - 24

1. Talvez não exista momento mais cruciante no ministério de Jesus do que participar com os seus discípulos da instituição da Ceia do Senhor.
2. Ao mesmo tempo em que Jesus instituiria o sacramento da Ceia que para sempre lembraria a sua morte, ele também experimentaria o sentimento de ter sido traído por um dos seus discípulos.

TRANSIÇÃO:

Muitos aqui estão experimentando ou experimentaram em seus relacionamentos situações semelhantes a de Jesus. O nosso propósito é trazer uma palavra de consolo a estes corações.

Algumas lições devemos aprender com Jesus na noite em que ele foi traído:

I. JESUS CONSERVOU O SEU PROPÓSITO MISSIONÁRIO!

1. Na noite em que Jesus foi traído ele afirma aos seus discípulos que o propósito pelo qual ele veio ao mundo será cumprido integralmente: “Bebei dele todos; porque isto é o meu sangue, o sangue da nova aliança, derramado em favor de muitos, para remissão de pecados” (Mt 26.28).
2. Jesus lembra aos discípulos e também a si próprio qual é o propósito de sua vinda ao mundo:
A. “Porque o Filho do homem veio salvar o que estava perdido” Mt 18:11
B. “Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o perdido” Lc 19:10
3. Nesta noite, Jesus foi tentado a perder de perspectiva o propósito pelo qual Deus o havia enviado ao mundo.

4. A semelhança de Jesus, devemos ter uma visão muito clara do chamado que cabe a cada um de nós, e não permitir que situações como a que aconteceu com Jesus, venha a nos desviar daquilo para o qual Deus nos chamou a realizar.

II. JESUS ENTREGOU OS SEUS SENTIMENTOS A DEUS!

1. Na noite em que Jesus foi traído ele teve sentimentos de grande tristeza e quem sabe de até mesmo praticar a justiça contra o traidor.

2. Ele porém afirma: “...ai daquele por intermédio de quem o Filho do homem está sendo traído! Melhor lhe fora não haver nascido” Mt 28:24

3. Momentos como estes podem ser usados pelo Diabo para nos encher de auto-misericórdia, para ficarmos paralisados com a mente cheia de pensamentos de vingança.

Alguém outro dia me disse: “Eu fiquei com raiva do que a pessoa me fez e fiquei com vontade de me vingar, mas ai eu me lembrei da palavra que diz: `Amados, não vos vingueis a vós mesmos, mas dai lugar a ira de Deus’.

4. Quando Jesus partiu o pão na mesma mesa onde se sentava o traidor, segundo a tradição oriental, aquela atitude impedia a Jesus de tomar alguma iniciativa contra Judas.

5. Judas terá que prestar contas ao Criador pelo seu ato de traição a Jesus, assim como você e eu devemos prestar contas pelos nossos atos.

III. JESUS ENCONTROU CONSOLO NA PRESENÇA DOS SEUS AMIGOS!

1. Na noite em que Jesus foi traído, ele procurou os seus amigos, aquelas pessoas que haviam compartilhado da sua vida nos últimos três anos.

2. Ele disse aos seus apóstolos: “Tenho desejado ansiosamente comer convosco esta páscoa, antes do meu sofrimento” Lc 22:15

3. Ainda que um o esteja traindo, os outros não estão agindo da mesma forma.

4. Em situações semelhantes a estas, corremos o perigo da generalização quando usamos as palavras “todos”, “ninguém”, etc.

5. Deus coloca em nosso meio pessoas que vão nos ajudar a superar os obstáculos, as dificuldades da caminhada.

IV. JESUS ENCONTRA MOTIVOS DE AGRADECIMENTO A DEUS!

1. Na noite em que Jesus foi traído, “tomou o pão; e tendo dado graças o partiu” I Co 11:23-24. Pão que era o alimento mais simples e básico da cultura judaica.

2. Como é difícil louvar a Deus quando estamos passando por situações como a que Jesus passou:

O povo de Israel cativo na Babilônia exclama: “Como, porém, haveríamos de entoar o canto do Senhor em terra estranha? Sl 137:4

3. Jesus nos ensinou que mesmo nos momentos mais angustiantes da vida nós poderemos olhar para os lados e agradecer a Deus pelos pães.

V. JESUS ERGUE OS OLHOS E VÊ O FUTURO!

1. Na noite em que foi traído Jesus sobrepuja a barreira do tempo e fixa o seu olhar no futuro: “Em verdade vos digo que jamais beberei do fruto da videira, até aquele dia em que o hei de beber, novo, no reino de Deus” Mc 14:25

2. Jesus transcende o sentimento de tristeza daquele ato que o levará a morte, e está dizendo a todos que um novo momento irá surgir - a alegria do Reino que surgirá.


3. Como é fácil o abatimento, como é fácil pedir a morte. Deus, que faz novas todas as coisas, quer que nós enxerguemos com os olhos da fé o futuro.

4. Um novo dia vai surgir, não sabemos quando, mas ele é certo.

CONCLUSÃO:

1. Na noite em que Jesus foi traído, ele conquistou a sua grande vitória. A vitória da nossa salvação foi conquista no meio da dor da traição.

2. Participe da ceia do Senhor nesta manhã como um dos recipientes da vitória de Cristo.

3. Não permitir-se olhar para trás é o grande desafio para as nossas vidas. Um novo dia já surgiu e pela fé nós nos apropriamos dele.